Saudade da memoria [..]

m000006830

       O que fazer para desvencilhar algo duradouro e abrangente do seu coração? Esse mesmo coração, doce, sincero, avoado e resplandecente. Que não reclama de hora nenhuma, apenas deixa o vento levar as certezas e impurezas de uma vida espaçada.

Pensamento recorrentes sobre isso me faz lembrar dele. Dos momentos felizes , mas que hoje não se estabelece mais. Que passou rápido demais, e não tem muito o que se fazer para manter vivo, a não ser na memória. Dos sorrisos recorrentes, das noites de cafunes, e até do corpo colado junto ao meu nas escuras apenas se conhecendo do respirar ofegante.. Isso tudo me fez conhecer quais eram os meus medos, quais eram os meus problemas, e você me fez soluciona-los sem ao menos propositalmente. Apenas aconteceu.

Acontece sempre de relembrar, e me pergunto quase sempre se essa saudade, é boa para meu coração. Acredito minimamente que sim, pois essas lembranças não vão nunca voltar, mas faz eu pensar em como foi único e lindo cada minuto. Não posso querer que aconteça de novo, mas posso sempre que possível repassa-las em minhas lembranças.

Tolentino, Clarice.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s